Parque já havia alertado sobre aumento da atividade dos felinos. Não foi divulgada extensão dos ferimentos da vítima

Uma criança de 18 meses se recuperava num hospital de Vancouver nesta terça-feira (30) depois de ser atacada por um puma num parque nacional da Costa Oeste do Canadá, afirmou uma porta-voz do parque.

Membros da família conseguiram assustar o grande gato, que atacou a criança na noite de segunda-feira (29) enquanto a família caminhava em direção ao carro numa área de piquenique, no Pacific Rim National Park Reserve, em Vancouver.

Leia também:
Puma morre atropelado nos EUA após viajar quase 3 mil quilômetros

"A família fez tudo certo. Fez contato visual com o puma e muito barulho", disse a porta-voz Arlene Armstrong, que não revelou o sexo da criança, nem a extensão dos ferimentos dela.

Os grandes gatos selvagens são nativos da região costeira e reservados por natureza. Raramente atacam seres humanos e houve apenas alguns ataques fatais de pumas na província de Columbia Britânica nos últimos 100 anos.

Guardas florestais do parque tentavam rastrear o puma, que será morto quando confirmado que se trata do animal envolvido no incidente, disse Arlene.

Mais cedo neste mês, o Pacific Rim advertiu em sua página na Internet sobre o aumento da atividade de lobos e pumas em algumas regiões do parque, que fica ao longo da costa do Pacífico. A área onde a criança foi atacada permanece fechada ao público.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.