Júri escolheu melhores fotos que englobassem as questões críticas da sustentabilidade e, em particular, o tema do crescimento

selo

Os organizadores do prestigioso concurso de fotografia Prix Pictet anunciaram as doze imagens finalistas da edição deste ano.

Patrocinado por uma dos maiores bancos privados da Suíça, o Pictet, o concurso dá ao vencedor um prêmio de 100 mil francos suíços ( R$ 175 mil). O prêmio foi criado há três anos para laurear fotos que expõem e lidam com questões sociais ou ligadas ao meio ambiente sob o viés da sustentabilidade.

O tema específico do Prix Pictet de 2010 é "crescimento". Os finalistas foram escolhidos por um júri independente, formado por mais de 450 fotógrafos de todo o mundo.

Os finalistas são o dinamarquês Christian Als, o canadense Edward Burtynsky, o francês Stéphane Couturier, os americanos Taryn Simon, Mitch Epstein e Chris Jordan, o sul-coreano Yeondoo Jung, os alemães Vera Lutter, Michael Wolf e Thomas Struth, o burquinense Nyaba Leon Ouedraogo e o sul-africano Guy Tillim.

Segundo a organização do concurso, os oito jurados procuraram escolher fotografias com mérito artístico e que apresentassem uma "narrativa convincente sobre as questões críticas da sustentabilidade e, em particular, o tema do crescimento."

O vencedor do concurso será anunciado pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan em uma cerimônia em Paris, em 17 de março de 2011. A exposição com os finalistas ocorre até o dia 29 deste mês na Galerie Filles du Calvaire, na capital francesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.