Começa corrida para resgatar pinguins ameaçados por petróleo em ilha britânica

Cargueiro encalhou na ilha de Tristão da Cunha, contaminando 20.000 aves com petróleo cru

AFP |

AP
Pinguins Rockhopper cobertos de óleo em ilha britânica: mais de 20 mil aves foram afetadas por encalhe de cargueiro
Uma corrida para resgatar mais de 20.000 pinguins ameaçados por um derramamento de petróleo na ilha britânica de Tristão da Cunha, isolada do Atlântico, teve início nesta quinta-feira depois que um cargueiro ficou encalhado.

Pinguins Rockhopper cobertos de óleo começaram a ser recolhidos e retirados, sendo colocados em um galpão para receberem tratamento, limpeza e posteriormente voltarem ao hábitat natutal.

"Quinhentos Rockhoppers foram levados à costa em Tristão nesta manhã", afirmou o administrador da ilha, Sean Burns, em um comunicado publicado na internet.

Mas o fluido especial para a limpeza dos animais está acabando, o que obrigará a um segundo navio sair da Cidade do Cabo para fazer uma viagem de diversos dias por 2.800 quilômetros até o local.

"Um próximo passo crucial confirmará um segundo navio que partirá da Cidade do Cabo nos próximos dias com todo o equipamento necessário para limpar as aves, mantê-las saudáveis e possivelmente devolvê-las ao oceano", disse Burns.

"Será uma corrida contra o tempo", acrescentou.

O MS Oliva ficou encalhado na ilha de Nightingale em 16 de março comandado por um capitão grego e com uma equipe de 21 filipinos a bordo, que foram resgatados com segurança. Desde então, a embarcação rompeu-se, dividindo-se em duas partes.

"Infelizmente, as aves não podem ser alimentadas até que o navio da África do Sul chegue com o abastecimento de peixe congelado, junto com uma equipe de limpeza especializada e outros suprimentos", afirmou John Cooper do conselho de conservação de aves da Austrália.

"As informações sobre esse segundo navio e a data de sua chegada ainda são aguardadas", disse em comunicado.

O arquipélago é hábitat da maior parte dos pinguins Rockhopper existentes no mundo.

Tristão e Cunha é uma ilha vulcânica com 263 residentes britânicos descritos como a comunidade mais isolada do mundo, mas conta com hotéis, aeroporto, clubes noturnos e restaurantes.

    Leia tudo sobre: pinguinsvazamento de petróleo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG