Cientistas encontram corais mortos perto do poço da BP

Fauna marinha a 1400 metros de profundidade está morta e coberta com uma substância marrom

iG São Paulo |

AP
Coral morto encontrado pela equipe do NOAA está coberto por uma substância escura não identificada
Cientistas do governo dos Estados Unidos afirmaram nesta sexta-feira (5) ter encontrado danos em corais de águas profundas e outros animais marinhos a vários quilômetros do local onde o poço da BP vazou milhões de litros de petróleo no Golfo do México entre abril e agosto deste ano.

Pesquisadores da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (na sigla em inglês, NOAA) e da universidade Penn State examinaram os corais usando veículos operados remotamente a uma profundidade de 1400 metros, a cerca de 11 quilômetros do poço, e descobriu corais mortos e em vias de morrer. Alguns aparentam estar cobertos por uma “substância marrom”.

São necessários mais testes para determinar se a substância é petróleo e se ele é realmente proveniente do poço da BP. A chefe do NOAA Jane Lubchenco afirmou que o governo americano está pesquisando extensivamente a região para confirmar o alcance dos danos do vazamento.

(Com informações da AP)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG