China detém navio coreano por vazamento químico no rio Yangtze

Composto ácido usado para fazer nylon e detergentes foi encontrado nas fontes de água na semana passada

Reuters |

Um tribunal marítimo chinês ordenou a apreensão de um navio de carga sul-coreano devido a um vazamento químico que poluiu o rio Yangtze, contaminando a água potável de parte da província de Jiangsu, segundo a agência oficial de notícias do país Xinhua.

Leia também: Dirigentes industriais são presos na China após contaminação de rio

O segundo temor de poluição em um mês levou a uma corrida desenfreada por água mineral.

A corte ordenou que o cargueiro Gloria seja retido na cidade de Nantong e determinou o valor da fiança em 20,6 milhões de iuans (US$ 3,3 milhões), Bu Xiaofang, porta-voz do governo do município de Zhenjiang, teria dito no sábado.

As autoridades de Zhenjiang na província de Jiangsu disseram que fenol, um composto ácido usado para fazer nylon e detergentes, foi encontrado nas fontes de água na semana passada. A poluição deixou a água que chega às torneiras de algumas partes da cidade com um cheiro forte, fazendo com que os residentes corressem, em pânico, aos supermercados em busca de água engarrafada.

Um vazamento de cádmio, uma substância cancerígena, causado por uma mineradora, poluiu uma grande extensão de dois rios no sul da China no mês passado, levando as autoridades a alertar cerca de 3,7 milhões de pessoas de Liuzhou, na região de Guangxi, para que evitassem beber a água do rio, de acordo reportagens da mídia estatal.

    Leia tudo sobre: chinario yangtzepoluiçãocontaminação de rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG