Casa Branca: folga do chefe da BP foi um grave erro

Porta-voz do governo dos EUA criticou participação de Tony Hayward em regata

AFP |

O chefe de gabinete da Casa Branca, Rahm Emmanuel, afirmou neste domingo que o diretor-geral da British Petroleum, Tony Hayward, cometeu um grave erro ao tirar um dia de folga em plena crise pela maré negra para assistir a uma regata de luxo na ilha de Wight , Grã-Bretanha.

Veja a evolução do vazamento de petróleo no Golfo no infográfico do iG

"Isso faz parte de uma longa série de erros de comunicação", assinalou Emmanuel em uma entrevista à ABC.

"Creio todos podemos concluir que Tony Hayward não começará uma segunda carreira numa consultoria de relações públicas", ironizou o alto funcionário americano. "É um grave erro", insistiu.

Autor de várias gafes envolvendo a catástrofe ambiental, Hayward declarou, entre outras coisas, que "não há ninguém que queira mais que tudo isso acabe; quero recuperar minha vida".

Hayward tirou um dia de folga no sábado para assistir a uma corrida de iates na ilha de Wight, na companhia de sua família.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG