Cameron chama especialistas do Golfo de "idiotas"

Diretor disse que quando soube do tamanho da catástrofe ambiental, entrou em contato com a BP para oferecer ajuda

EFE |

LOS ANGELES - O cineasta James Cameron chamou de "idiotas" os responsáveis por acabar com o vazamento de petróleo no Golfo do México, segundo informação divulgada hoje na imprensa dos Estados Unidos.

O diretor de filmes como "Avatar" (2009) e "Titanic" (1997) deu as declarações na noite de quarta-feira em uma conferência em Palos Verdes (Califórnia), promovida pelo site All Things Digital, do grupo Dow Jones.

"Eu me intrometo no que se refere à arqueologia das profundezas oceânicas", explicou Cameron, considerado um especialista em tecnologia submarina após anos de prospecção, recolhidos em documentários como "A Expedição de James Cameron: Bismarck" (2002), "Fantasmas do Abismo" (2003) e "Criaturas das Profundezas" (2005).

"Durante as últimas semanas vi, todos vimos, com crescente horror e dor no coração, o que estava acontecendo no Golfo do México, pensando que esses idiotas não sabem o que estão fazendo", afirmou o diretor.

Cameron disse que, quando soube do tamanho da catástrofe ambiental, entrou em contato com a BP para oferecer ajuda, mas a companhia petrolífera recusou "gentilmente" sua colaboração.

"Basicamente o que me disseram é 'estão controlando a situação'", assegurou o diretor, que decidiu então organizar uma reunião com os especialistas em tecnologias submarinas com os quais trabalhou ao longo dos anos. O encontro ocorreu na terça-feira e um relatório está sendo redigido para as autoridades americanas.

    Leia tudo sobre: James CameronBPGolfo do Méxicovazamentopetróleo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG