BP vai selar poço no começo de setembro, prevê cronograma

Companhia ainda está terminando de perfurar galeria auxiliar e de jogar lama e cimento para "sufocar por baixo" o poço avariado

Reuters |

© AP
Pelicanos marrons entre as boias de contenção em Grand Isle, Louisiana
A petrolífera britânica BP deve executar na semana de 6 de setembro a operação destinada a "matar" definitivamente o poço de petróleo danificado no golfo do México, disse na quinta-feira a principal autoridade norte-americana envolvida no assunto.

Em entrevista à CNN, o almirante reformado Thad Allen afirmou que, conforme o novo cronograma definido em conjunto com a BP, a operação será realizada na semana posterior ao feriado norte-americano do Dia do Trabalho, que será na segunda-feira, 6 de setembro.

A BP está terminando de perfurar uma galeria auxiliar a partir da qual irá jogar lama e cimento para "sufocar por baixo" o poço avariado. Semanas atrás a empresa já havia conseguido interromper provisoriamente o pior vazamento de petróleo no mar na história, sufocando-o "por cima."

Mas técnicos temiam que a nova operação, gerando pressão dentro do poço danificado, poderia liberar no ambiente cerca de 800 mil litros de óleo que podem ter ficado retidos entre o duto do poço e a parede de rocha ao seu redor. Havia preocupação também de que ocorressem danos a uma válvula defeituosa, crucial na investigação do acidente, ocorrido em 20 de abril.

"Nas últimas 40 horas, concordamos com uma sequência de ações que eu vou orientar a BP a executar, a começar por esvaziar a atual válvula, na verdade procurando material que poderia nos causar problemas, agindo para instalar uma nova válvula e, então, causando a morte por baixo", disse Allen.

"Isso nos permitirá resistir a qualquer pressão que seja gerada", afirmou. "Se tudo isso se alinhar, devemos ver algo na semana após o Dia do Trabalho."

    Leia tudo sobre: MUNDOBPPOO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG