BP vai retomar testes de aparelho de contenção ainda hoje

Caso os testes de hoje sejam satisfatórios, a expectativa é que o vazamento seja controlado por completo

EFE |

© AP
Petróleo vaza de uma das três válvulas da nova tampa de contenção
A BP anunciou que está pronta para retomar ainda hoje os testes para medir a resistência do aparelho de contenção colocado sobre o poço que despeja petróleo no Golfo do México depois de reparos no dispositivo. Um dos vice-presidentes da companhia, Kent Wells, informou em reunião com a imprensa que os testes, considerados essenciais para determinar se o novo aparato conterá totalmente o vazamento, serão reiniciados ao longo desta quinta-feira.

Os testes começaram ontem após a instalação do aparato sobre o vazamento, quando a BP fechou a válvula principal, situada na parte superior da bomba, e manteve as aberturas laterais, para ver como o aparelho resistia à pressão da saída do petróleo. No entanto, após fechar o duto principal, a BP detectou durante a madrugada uma fuga de petróleo, e por isso teve que suspender as operações até reparar a brecha. Este incidente representou um novo obstáculo na complicada tarefa de interromper o vazamento do poço Macondo, de onde sai petróleo desde 20 de abril, data da explosão e do afundamento da plataforma que operava no local.

Acompanhe a evolução da mancha de óleo no infográfico do iG

Caso os testes de hoje sejam satisfatórios, a BP poderia canalizar todo o petróleo para as mangueiras que saem do aparelho de contenção. Com isso, a expectativa é de controlar o vazamento por completo. A Casa Branca deu autorização à BP para fazer os testes depois que o presidente americano, Barack Obama, discutiu o assunto em uma teleconferência com a equipe do Governo encarregada do combate ao vazamento. O Governo americano calcula que entre 35 mil e 60 mil barris de petróleo vazam diariamente do poço.

Para ir adiante com o teste, os especialistas do Governo exigiram que a BP faça análises adicionais do leito marinho, assim como comprovações acústicas e de temperatura durante o teste. A solução permanente para conter o vazamento é a injeção de cimento e barro pesado por meio de um poço alternativo escavado pela empresa. EFE. pgp/bba

    Leia tudo sobre: vazamentopetróleoBPGolfo do méxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG