Audiência vai avaliar como cerca de 200 queixas de vítimas do vazamento serão julgadas

A gigante petroleira britânica BP e vítimas do vazamento no Golfo do México ficarão frente a frente na quinta-feira pela primeira vez na justiça em uma audiência em Boise, Idaho (oeste dos Estados Unidos), o que pode dar início ao julgamento da década.

Acompanhe o vazamento de petróleo no Golfo do México no infográfico do iG


Diante das cerca de 200 queixas apresentadas pelas vítimas da maré negra aos tribunais de vários estados, os sete juízes do Painel de Litígios Multi-Estados (MDL em inglês) decidirão se todas as queixas podem ser reunidas, onde deve ser realizado o julgamento e que juiz será o responsável.

Espera-se uma decisão duas semanas depois desta audiência, mas esta dará aos advogados das partes uma ideia dos argumentos que deverão usar durante este que pode ser um julgamento de anos contra a BP.

Por razões práticas, os juízes do MDL Panel deverão juntar todos os processos contra a BP, mas os observadores darão particular atenção ao local do julgamento e ao magistrado que será encarregado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.