BP doará US$ 10 mi para estudo sobre efeitos de vazamento

Verba irá financiar pesquisas sobre impacto do vazamento na saúde dos trabalhadores envolvidos no controle e limpeza do desastre

EFE |

A BP anunciou nesta terça-feira que doará US$ 10 milhões aos Institutos Nacionais da Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês) para cofinanciar um estudo sobre os efeitos do vazamento em seu poço no Golfo do México na saúde dos trabalhadores envolvidos no controle e limpeza do desastre.

O NIH, um conjunto de agências do Departamento de Saúde americano, fornecerá outros US$ 10 milhões para lançar, "neste outono (no Hemisfério Norte)", a pesquisa, que será desenvolvida ao longo de vários anos.

O NIH terá "completa autonomia" para distribuir a quantia doada pela BP, segundo assegurou a agência governamental em comunicado, no qual ressaltou que os fundos da companhia petrolífera permitirão "agilizar o lançamento do estudo".

A pesquisa, intitulada "Estudo do Trabalhador do Golfo", vai se concentrar no estudo das consequências da exposição ao desastre na saúde dos trabalhadores, como "doenças respiratórias, neurológicas, cancerígenas e imunológicas", segundo o NIH.

Além disso, também serão avaliados os efeitos na saúde mental dos empregados e outras situações de estresse relacionadas com a catástrofe, como a perda do trabalho e incertezas financeiras.

O projeto de pesquisa será dirigido pelo Instituto de Ciências da Saúde e do Meio Ambiente (NIEHS), com a colaboração do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e da Agência de Proteção Meio Ambiental (EPA).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG