BP consegue instalar "cúpula" para conter maré negra no Golfo do México

A nova cúpula é menor, pesa 1,6 tonelada e 2,4 metros de altura

AFP |

AP
A primeira cúpula foi levada ao mar no último fim de semana, mas a tentativa fracassou
A gigante do petróleo BP anunciou na última segunda-feira que colocou no fundo do mar a nova "cúpula" destinada a conter a fuga de petróleo, que provocou uma enorme maré negra no Golfo do México, após o fracasso de uma tentativa anterior no fim de semana.

"A 'cúpula' foi levada ao fundo do mar à noite (terça-feira) e está atualmente na área ao lado do vazamento. O plano é colocá-la sobre o vazamento para que esteja operacional antes do fim de de semana", destacou um alto funcionário da BP, Bryan Ferguson.

No último fim de semana, o grupo que explorava a plataforma Deepwater Horizon, afundada a 80 km das costas da Louisiana em 22 de abril após uma explosão, já havia tentado uma operação similar, com o objetivo de deter o vazamento diário de 800 mil litros de petróleo.

Mas no sábado a empresa teve retirar a cúpula pela formação dentro da mesma de hidratos de gás inflamáveis, similares a cristais de gelo.

Como a nova "tampa" é menor, com um peso de 1,6 tonelada e 2,4 metros de altura, a BP espera limitar a formação de hidratos.

Mas a empresa destaca que se trata de "um procedimento inédito e muito complexo", enquanto a mancha negra segue ameaçando a fauna e a flora locais. 

    Leia tudo sobre: vazamentopetróleogolfo do méxicoeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG