Barco derrama 35 barris de combustível no Canal do Panamá

O volume derramado pela embracação equivale a cerca de 5,5 mil litros

AFP |

Um barco com bandeira panamenha que cruzava o Canal do Panamá derramou 35 barris de combustível ao "roçar" uma eclusa e danificar seu tanque, informou nesta terça-feira a Autoridade do Canal do Panamá (ACP).

O incidente ocorreu na segunda-feira quando o navio porta-contêineres com bandeira panamenha Hanjin Mónaco, pertencente à companhia sul-coreana Hanjin, "roçou em uma parte da eclusa" de Pedro Miguel, no Pacífico panamenho, indicou a ACP.

Esse contato "afetou um dos tanques de combustível do barco", fazendo com que parte do combustível fosse derramada nas águas do canal.

Segundo a ACP, homens da Unidade de Controle e Resposta a Contaminações recolheram "por volta de 35 barris de combustível derramado pela embarcação", o que equivaleria a mais de 5.561 litros.

Segundo a autoridade que administra o canal, a situação está sob controle e o tráfego não foi interrompido.

O Canal do Panamá está sendo ampliado para que navios de até doze mil contêineres possam transitar por seus 80 km, por onde passa até 5% do comércio mundial.

O custo da ampliação é estimado em 5,250 bilhões de dólares.

    Leia tudo sobre: vazamentocombustívelpanamá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG