A população de baleias da área está com apenas 28 indivíduos, o que a coloca em risco iminente

Baleia franca pula no mar na África do Sul: animais do Pacífico norte estão ameaçados de extinção
Getty Images
Baleia franca pula no mar na África do Sul: animais do Pacífico norte estão ameaçados de extinção
Uma pequena população de baleias franca, entre 28 e 31 cetáceos, foi recenseada no Pacífico norte por cientistas americanos, que destacam grande vulnerabilidade, diretamente vinculada à caça excessiva soviética dos anos 1960.

A equipe chefiada por Paul Wade, do Alaska Fishering Science Center, cujos trabalhos são publicados na revista científica Biology Letters, recenseou a população oriental de baleias franca do Pacífico Norte ( Eubalaena japonica ) e estimou que só restariam 20 machos e oito fêmeas.

O baixo número de fêmeas é o que torna incerto o futuro desta espécie.

Esta descoberta confirma o julgamento da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) que classificou esta população "em risco de extinção", isto é, que tem menos de 50 indivíduos.

Outra população de baleias francas vive a oeste do Pacífico norte. Também corre o risco e, segundo estimativas, conta com menos de 900 indivíduos. As duas populações não têm contato entre si, destacam os cientistas.

A baleia franca do Pacífico norte foi muito explorada na caça baleeira do século XIX e pelas pescas ilegais da União Soviética nos anos 60.

Estas baleias francas estão ameaçadas hoje em dia pelo tráfego marítimo, particularmente às colisões com embarcações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.