Baleias franca correm risco de extinção no Pacífico norte

A população de baleias da área está com apenas 28 indivíduos, o que a coloca em risco iminente

AFP |

Getty Images
Baleia franca pula no mar na África do Sul: animais do Pacífico norte estão ameaçados de extinção
Uma pequena população de baleias franca, entre 28 e 31 cetáceos, foi recenseada no Pacífico norte por cientistas americanos, que destacam grande vulnerabilidade, diretamente vinculada à caça excessiva soviética dos anos 1960.

A equipe chefiada por Paul Wade, do Alaska Fishering Science Center, cujos trabalhos são publicados na revista científica Biology Letters, recenseou a população oriental de baleias franca do Pacífico Norte ( Eubalaena japonica ) e estimou que só restariam 20 machos e oito fêmeas.

O baixo número de fêmeas é o que torna incerto o futuro desta espécie.

Esta descoberta confirma o julgamento da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) que classificou esta população "em risco de extinção", isto é, que tem menos de 50 indivíduos.

Outra população de baleias francas vive a oeste do Pacífico norte. Também corre o risco e, segundo estimativas, conta com menos de 900 indivíduos. As duas populações não têm contato entre si, destacam os cientistas.

A baleia franca do Pacífico norte foi muito explorada na caça baleeira do século XIX e pelas pescas ilegais da União Soviética nos anos 60.

Estas baleias francas estão ameaçadas hoje em dia pelo tráfego marítimo, particularmente às colisões com embarcações.

    Leia tudo sobre: baleiascaça

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG