Baleia perdida em Israel confunde os cientistas

O animal encontrado é macho, tem 12 metros de comprimento e pesa cerca de 20 toneladas

AFP |

AFP
Não há registros de baleia cinzentas no Atlântico desde o século XVIII
O aparecimento de uma baleia cinzenta ao longo da costa de Israel intriga os cientistas, uma vez que o imponente mamífero há alguns séculos não é percebido longe do Oceano Pacífico.

A baleia, observada pela primeira vez sábado no Mediterrâneo ao largo de Herzliya (centro), percorreu, provavelmente, milhares de quilômetros desde o norte do Pacífico, após ter-se perdido em busca de alimento.

"É um acontecimento incrível", comentou o Dr Aviad Scheinin, presidente do Centro de Pesquisa e Assistência de Mamíferos Marinhos de Israel.

"O que espanta a comunidade científica é que não há baleia cinzenta no Atlântico desde o século XVIII", disse Scheinin à AFP. As baleias cinzentas vivem, atualmente, nos setores ocidental e oriental do norte do Pacífico.

A baleia macho, de 12 metros e 20 toneladas, ganhou o Atlântico, provavelmente, através da passagem marítima que liga o Pacífico ao Atlântico, percorrendo as ilhas árticas do grande Norte canadense, normalmente coberto de gelo, concluindo o périplo no Mediterrâneo.

"Como o gelo do Ártico está se fundindo, o animal conseguiu pegar um corredor perto do estreito de Bering", acrescentou o Dr Scheinin.

Normalmente, as baleias cinzentas deixam o nordeste do Pacífico em direção ao Sul por volta de outubro, em busca das águas mais quentes do Golfo da Califórnia, fazendo um percurso de pelo menos 5.000 km.

No outono, a baleia "perdida" tomou a rota Sul em direção à baía da Califórnia, chegando ao Atlântico e "seguindo à esquerda" em Gibraltar, até o Mediterrâneo, explicou.

"A pergunta que fazemos, agora, é a seguinte: vamos assistir a uma recolonização do Atlântico?".

O animal ainda está por lá. "Está um tanto magro, mostrando, assim, que a viagem não foi nada fácil, mas achamos que poderá sobreviver aqui", comentou. 

    Leia tudo sobre: baleiasIsraelmediterrâneo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG