Autoridades tailandesas encontram 370 tartarugas abandonadas em aeroporto

Répteis são ameaçados de extinção e estão avaliados em 49 mil reais no mercado negro

EFE |

As autoridades da Tailândia apreenderam 370 tartarugas abandonadas, das quais quatro estavam mortas, em várias malas no aeroporto internacional de Bangcoc, assinalou neste sábado a ONG Freeland Foundation.

Os répteis, tartarugas-estreladas-indianas ( Geochelone elegans ), foram descobertos na noite de sexta-feira (10) após dez dias abandonados no aeroporto.

Leia também:
Passageiro é preso com filhotes ameaçados de extinção, em aeroporto de Bangcoc


A Freeland Foundation indicou que as malas procediam de Bangladesh e tinham sido devolvidas de Tóquio, onde chegaram via Bangcoc após não terem sido recolhidas pelo destinatário.

As tartarugas, que são um animal de estimação exótico muito popular na Ásia, estão avaliadas em US$ 31 mil no mercado negro e seu comércio está limitado pela Convenção de Tráfico Internacional de Espécies Ameaçadas.

Em setembro do ano passado, os agentes de alfândegas do aeroporto tailandês confiscaram mais de mil tartarugas-estreladas-indianas que entraram ilegalmente desde Bangladesh.

A Freeland Foundation trabalha junto à Polícia tailandesa para frear o comércio ilegal de animais ameaçados, que utiliza a Tailândia como centro estratégico de fornecimento e distribuição ao resto do mundo.

    Leia tudo sobre: tráfico de animaistartarugastailândia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG