Autoridades de Xangai cogitam política do "cão único"

De acordo com dados oficiais, a cidade chinesa tem 800 mil cães

AFP |

O grande aumento do número de animais domésticos em Xangai, cidade de 20 milhões de habitantes, levou as autoridades municipais a cogitar a adoção da política do "cão único".

Assim como a política do filho único aplicada há 30 anos na China e que segue em vigor, apesar de flexibilizada, a nova lei proibiria as famílias de Xangai de possuir mais de um cachorro de estimação, informa a imprensa estatal.

De acordo com dados oficiais, Xangai tem 800.000 cães, mas apenas 25% deles estão registrados corretamente.

    Leia tudo sobre: petcachorrochinacão único

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG