Austrália quer criar maior parque marinho do mundo

Parque terá área equivalente à França e Alemanha juntas e visa proteger corais e locais de desova de aves marinhas

Reuters |

Getty Images
Parque vai proteger proteger peixes, recifes e locais de desova de aves marítimas e da tartaruga verde
A Austrália decidiu nesta sexta-feira (24) criar o maior parque marinho do mundo, a fim de proteger uma vasta extensão do chamado mar de Coral, que banha o nordeste do país, e onde foram travadas acirradas batalhas na Segunda Guerra Mundial.

O ministro do Meio Ambiente, Tony Burke, disse que o parque terá quase 1 milhão de quilômetros quadrados - equivalente à França e Alemanha juntas -, e que protegerá peixes, arrecifes e locais de desova de aves marítimas e da tartaruga verde.

"O significado ambiental do mar de Coral está na sua diversidade de recifes de coral, bancos de areia, cânions e planícies abissais", disse Burke. "Ele contém mais de 20 exemplos excepcionais de isolados recifes tropicais, bancos de areia e ilhas."

Leia também:
Complexo turístico ameaça recife mexicano
Aumento da temperatura do mar está matando corais da Indonésia
Cientistas revelam planos para salvar corais da extinção
Doença em humanos é causa da morte de corais no Caribe
Cientistas querem usar DNA de corais em pílulas de proteção solar

O novo parque abrangerá também navios naufragados durante a Batalha do Mar de Coral, uma série de confrontos navais entre forças japonesas, norte-americanas e australianas, em 1942, no que foi considerada a primeira batalha envolvendo porta-aviões.

Pelo menos três navios dos EUA estão naufragados ali - USS Lexington, US USS Sims e USS Neosho -, segundo Burke.

O governo vai detalhar dentro de 90 dias os limites do parque, que ficará dentro da zona econômica marítima australiana.

Atualmente, o maior parque marítimo do mundo fica em torno do arquipélago de Chagos, possessão britânica no Índico.

    Leia tudo sobre: austráliacorais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG