Legislação proíbe a atividade de mineração em zonas de geleiras ao longo da fronteira comum de 5 mil km com o Chile

O Senado da Argentina aprovou na madrugada desta quinta-feira (30) o projeto de lei que protege as fontes de água doce das geleiras e estabelece restrições severas à mineração, setor com fortes investimentos estrangeiros.

A iniciativa, aprovada no Senado por 35 votos a favor e 33 contrários, além de uma abstenção, proíbe a atividade de mineração nas zonas de geleiras ao longo da fronteira comum de 5.000 quilômetros com o Chile.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.