Amorim reduz expectativa para próxima reunião climática

Ministro, entretanto, afirmou que avanços são possíveis e que Brasil chegará ao encontro, em novembro, com "moral elevada"

AE |

selo

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, disse nesta manhã que "as expectativas são modestas" para a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP-16), que será realizada entre os dias 29 de novembro e 10 de dezembro em Cancún, no México. A declaração foi feita hoje (26), durante discurso do ministro na reunião do Fórum de Mudanças Climáticas realizada no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Amorim, entretanto, afirmou que avanços são possíveis para a reunião e que o Brasil chegará ao encontro com "moral elevada". "O Brasil apresentou muitos avanços em Copenhague. Diferentemente de outros países, o Brasil não se escondeu atrás de ninguém e tomou uma posição de vanguarda", disse Amorim, referindo-se à última reunião da COP ocorrida em dezembro do ano passado, na Dinamarca.

Amorim afirmou que, apesar das críticas à reunião de Copenhague pelos países não terem chegado a um acordo mais amplo para a redução das emissões, o encontro do ano passado "não foi um fracasso total".

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG