Americana de 61 anos desiste de tentar nadar de Cuba aos EUA

Diana Nyad abandonou a travessia após nadar por 29 horas, quase metade do tempo previsto para chegar à Flórida

iG São Paulo |

A nadadora americana Diana Nyad foi obrigada a abandonar a tentativa de atravessar as águas que separam a Flórida, no sul dos EUA, de Cuba na madrugada desta terça-feira, após cerca de 29 horas de nado sem a proteção de uma jaula contra tubarões. Diana, de 61 anos, vomitava no momento em que foi retirada da água. Ela afirmou que não está triste e que esta era a decisão correta a ser feita. Segundo sua equipe, os fortes ventos e as correntes desfavoráveis no mar também influenciaram no abandono.

Esta é a segunda tentativa frustrada de Diana, que havia tentado antes em 1978, quando tinha 28 anos. A expectativa era de que ela chegasse a Cayo Hueso, na Flórida, nesta quarta-feira.

Negociações

Como Cuba e Estados Unidos não possuem relações diplomáticas, as negociações para permitir que Diane realizasse a sua empreitada demoraram um ano. ''Por toda a minha vida eu sonhei ser a primeira a nadar sem uma jaula contra tubarões. Nunca pensei em voltar a praticar esse esporte, ele é para os jovens'', afirmou Diana.

AP
Diana Nyad durante a travessia

* Com informações da CNN


    Leia tudo sobre: nataçãocubaeuatubarõesdiana nyad

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG