Alpinistas limpam 'zona da morte' no Everest

Nepaleses retiram o equipamento deixado para trás por outros alpinistas no alto da montanha mais alta do mundo

BBC Brasil |

selo

A mais de 8 mil metros de altitude, esta é a zona da morte, no topo do Evereste, e é também o local de uma operação de limpeza fora do comum.

O nível de oxigênio é baixo nessa altitude e o terreno é perigoso.Mesmo assim, 20 alpinistas nepaleses estão recolhendo o lixo que outros deixaram para trás. Materiais como cilindros de oxigênio vazios, barracas estragadas e cordas são abandonados por alpinistas cansados na descida da montanha, e ficam cobertos pela neve.

Mas o departamento de turismo do Nepal afirma que, por causa do aquecimento global, o gelo está derretendo e o lixo começa a ficar exposto. O monte Everest é uma das principais fontes de renda do Nepal, um dos países mais pobres do mundo. Veja o vídeo:

    Leia tudo sobre: everestnepalalpinismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG