Al Gore critica a política climática de Obama

Em ensaio, ex-vice-presidente dos Estados Unidos afirmou que sobrevivência da civilização está em jogo e criticou céticos do clima

AFP |

Futura Press
Al Gore durante palestra em São Paulo, em janeiro: ativismo ambiental
O ex-vice-presidente americano e ativista ambiental Al Gore afirmou que o presidente Barack Obama fracassou em sua política contra o aquecimento global e aproveitou para alertar que o que é está em jogo é a sobrevivência da civilização.

Em um apaixonado ensaio publicado na revista Rolling Stone, Gore reconheceu a dimensão dos desafios enfrentados por seus companheiros do Partido Democrata e criticou as grandes empresas, os financiadores dos partidos, os meios de comunicação e o Congresso por seu papel em relação às mudanças climáticas.

Gore acredita que a administração Obama não conseguiu até o momento servir-se do prestígio da função presidencial para adotar medidas audaciosas contra as mudanças climáticas.

"O presidente Obama jamais expôs os americanos à magnitude da crise climática", insistiu Al Gore em seu texto.

"Os Estados Unidos são o único país que podem mobilizar um esforço mundial para preservar nosso futuro. E o presidente é a única pessoa que pode mobilizar os Estados Unidos", acrescentou.

Gore também atacou os céticos que duvidam que o aquecimento global esteja em em curso e que pedem provas a respeito.

Dos incendios que arrasam o Texas até as inundações no Paquistão, passando pelo derretimento das calotas polares, "a imprensa ignora completamente como estes eventos estão vinculados à crise climática ou descartam esta relação por considerá-la muito controvertida", concluiu o ex-vice de Bill Clinton.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG