Águas do Caribe panamenho sofrem aumento de temperatura

De acordo com Instituto Smithsoniano de Pesquisas Tropicais, nas últimas 10 semanas água está 2 ºC mais quente que o normal

AFP |

As águas que banham a costa caribenha do Panamá sofreram um aumento de temperatura nas últimas semanas, o que já provoca sequelas nos organismos marinhos, informou nesta sexta-feira (1) o Instituto Smithsoniano de Pesquisas Tropicais (STRI).

"A temperatura das últimas 10 semanas se manteve em uma média de 30°C, quando a temperatura normal é de 28°C", advertiu o organismo científico, sediado no Panamá.

Segundo o STRI, o aquecimento "está afetando toda a costa caribenha do Panamá, de Kuna-Yala, Ilha Grande, Portobelo e Galeta, até Bocas del Toro", no norte do país.

Equipes do STRI e mergulhadores locais notaram que as águas apresentavam "um aquecimento anormal de até 32°C", provocando o branqueamento dos corais, como "resultado do estresse que experimentam com as altas temperaturas".

Héctor Guzmán, do STRI, estima que a chegada da temporada de furacões reduziu a circulação das águas no sudoeste do Caribe, de forma que a água fica "estancada" entre Panamá e Costa Rica.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG