“Foi estupidez minha, não façam isso”, escreveu a turista de 34 anos que quase perdeu o dedo durante passeio de barco no nordeste da Austrália

Melissa diz que demorou até entender que não tinha perdido o dedo durante a mordida do tubarão-enfermeiro
Reprodução/Facebook Melissa Brunning
Melissa diz que demorou até entender que não tinha perdido o dedo durante a mordida do tubarão-enfermeiro

Uma mulher quase teve o dedo arrancado por um tubarão-enfermeiro enquanto alimentava os peixes de dentro de um barco, na Austrália, no último fim de semana. As imagens do momento tenso circularam nas redes sociais e veículos internacionais nesse domingo (1º) e nesta segunda-feira (2) e despertaram alertas sobre riscos de tentar dar comida a animais selvagens.

Leia também: Jovem de 18 anos morre após ataque de tubarão em praia na Grande Recife

Incidente com mordida de tubarão foi noticiada em todo o mundo e gera alerta:
Reprodução/Facebook Melissa Brunning
Incidente com mordida de tubarão foi noticiada em todo o mundo e gera alerta: "não façam isso", diz turista

Segundo aponta a rede de TV CNN , Melissa Brunning, de 34 anos, estava sentada em um iate, alimentando os animais com pedaços de peixes, quando um tubarão-enfermeiro se aproximou e mordeu a isca, quase arrancando o dedo dela, na costa nordeste da Austrália. Um vídeo feito por outro turista mostra Melissa gritando enquanto é arrastada pelo peixe para dentro da água, mas, por sorte, ela recebe ajuda e escapa de algo pior.

Depois da repercussão internacional do incidente, Melissa escreveu em sua página do Facebook, que está “muito impressionada com a forma como a história se espalhou pelo mundo”.

Leia também: Surfista sobrevive após ser atacado por tubarão branco de quase cinco metros

“Por favor, deixe-me assegurar de que todos [saibam], [que] isso não foi um ‘ ataque de tubarão ’, fui eu fazendo uma coisa boba e sofrendo a consequência. Nossos tubarões são muito preciosos e, mesmo que eles me assustem muito, tenho muito respeito por eles. A água é o seu domínio... e nós devemos apreciá-los e admirá-los. Muito obrigada por todas as mensagens bonitas perguntando se eu estou bem e se meu dedo está bem”, disse.

Turista relembra incidente com tubarão-enfermeiro

A mulher, natural de Perth, estava passeando na Baía de Dungong, um lugar remoto do país reconhecido por ter bastantes tubarões e crocodilos .

Leia também: Mulher é mordida por tubarão durante lua de mel no Caribe; assista ao vídeo

 Ela falou um pouco sobre o momento do ataque à CNN . “Aconteceu de maneira muito rápida. Tudo o que eu consegui pensar era que tinha perdido meu dedo. Ele segurou meu dedo e eu senti como se tivesse rasgando meu osso”, relembra.

Embora tenha sido rapidamente colocada de volta na embarcação por um amigo, Melissa diz que demorou até entender que não tinha perdido o dedo durante a mordida do tubarão-enfermeiro , e agora agradece por nada de pior ter acontecido a ela. “Estava errada em permanecer ali, pois não se deve fazer isso. Quero prevenir que outras pessoas façam o mesmo. Não alimentem tubarões”, finaliza.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.