A frase "Ana, te amo" foi gravada no flanco do mamífero; publicação das imagens nas redes sociais causou revolta nos internautas, abrindo espaço para discussões acerca da falta de respeito dos humanos para com os animais

Mulheres escalaram a baleia azul de quase 20 metros para tirar selfies, onde aparecem fazendo poses  descontraídas
Reprodução/Community Environment Network (CEN)
Mulheres escalaram a baleia azul de quase 20 metros para tirar selfies, onde aparecem fazendo poses descontraídas

O cadáver de uma baleia azul foi pisoteado e rabiscado por pessoas que o cercaram para tirar fotos na costa de Punta, no Chile. O mamífero morto foi encontrado em uma praia na última semana por duas mulheres não identificadas.

Leia também: Alto nível de dióxido de carbono está derretendo criaturas marinhas na Escócia

De acordo com informações do Daily Mail , as duas escalaram a baleia de quase 20 metros para tirar 'selfies', em que aparecem sorridentes em poses descontraídas. Nas fotos publicadas na internet, é possível ler a frase “Ana, te amo” no flanco do animal, o que gerou revolta de diversas pessoas. 

Repercussão 

Após a publicação das fotos nas redes sociais, internautas se revoltaram, abrindo espaço para discussões acerca da falta de respeito dos humanos para com os animais e com o meio ambiente em geral. Para a maioria das pessoas que entrou na discussão, as ações das mulheres chilenas foram “de extrema insensibilidade e crueldade”.

Nas fotos publicadas nas redes sociais das mulheres, a frase “Ana, te amo” pode ser vista em branco, no flanco do animal
Reprodução/Community Environment Network (CEN)
Nas fotos publicadas nas redes sociais das mulheres, a frase “Ana, te amo” pode ser vista em branco, no flanco do animal

No post, que já foi excluído da web, um usuário defendeu que “a humanidade está perdendo o respeito e a empatia por tudo e todos na atualidade”, enquanto outro internauta diz considerar a atitude muito estúpida. "Parece que, a cada dia, ficamos piores. Por acaso vocês gostariam que escrevessem nos seus cadáveres? Quanta falta de respeito", escreveu.

Leia também: Onde está a cobra? Caçador cria desafio com réptil escondido em foto de entulhos

Relatórios e a espécie

Depois do ocorrido, o cadáver do mamífero foi retirado da praia para a realização de estudos e análises que evidenciem as causas da morte. Especialistas e biólogos marinhos dizem que o mais provável é que uma doença ou a colisão com algum navio tenha levado o animal a óbito.

Eles ainda afirmam que, além dos rabiscos deixados, o mamífero não apresenta nenhuma outras marcas ou ferimentos. Além disso, aproveitaram a situação para relatarem as dificuldades que estão enfrentando com o procedimento, devido à grandeza do animal.

Leia também: Duas cabeças de uma cobra são flagradas "brigando pelo controle do corpo"; veja

Os estudiosos ainda não sabem o peso exato da baleia, mas acreditam que esta seja menor do que a maior baleia azul já encontrada do mundo, uma fêmea do hemisfério sul que tem 190 toneladas. As investigações continuam para descobrir o que de fato matou o gigante marinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.