Sofrendo com cólicas equinas, Beatrice teria de ser sacrificada caso não conseguisse se levantar, o que só aconteceu graças ao seu companheiro Beau

Beatrice foi encontrada com muitas dores por seus donos, mas pode ser salva graças à ajuda de seu companheiro, Beau
Reprodução/Daily Mail
Beatrice foi encontrada com muitas dores por seus donos, mas pode ser salva graças à ajuda de seu companheiro, Beau

Beatrice, um cavalo da raça shire, foi encontrada muito machucada por seus donos. Com cólica equina e muitas dores abdominais, ela não conseguia se levantar e corria o risco de morrer por falência múltipla de órgãos. Até que Beau, seu colega de estábulo, percebeu a situação e resolveu dar uma “ajudinha”, que no final das contas, foi a responsável por salvar a vida do mamífero.

Leia também: Briga mortal entre cobras venenosas termina em ato canibal; assista ao vídeo

De acordo com o Daily Mail , os donos de Beatrice, Donald MacIntyre e Jane Lipington, passaram seis horas no estábulo, localizado em Langridge, na Inglaterra, tentando reanimar o cavalo . Eles contaram com a ajuda de quatro funcionários da fazenda nas tentativas de colocá-la em pé, mas nada disso ajudou.

O casal estava a 20 minutos de ter que sacrificar o animal quando Beau, companheiro de Beatrice, decidiu dar a sua contribuição para salvar a amiga, que correspondeu aos seus esforços. Assista ao emocionante vídeo com toda a atuação do mamífero que conseguiu  salvar a égua de 16 anos de idade:


MacIntyre e Lipington explicaram que, às nove da manhã, já sabiam que algo estava errado com o animal . Como ela estava deitada no chão do estábulo e não conseguia se levantar, os dois chamaram um veterinário que os aconselhou a deitá-la de lado. Caso contrário, seu peso machucaria as patas e pioraria seu quadro de saúde, já prejudicado pela pressão alta nos órgãos internos e aumento de temperatura.

Leia também: Criança fica com a mão destroçada após prendê-la em escada rolante de shopping

Recuperação inesperada

Por mais que tenham tentado durante muitas horas, os britânicos não conseguiram reverter a situação e estabeleceram um limite. Caso o animal não se reanimasse em vinte minutos, eles chamariam o veterinário para sacrificá-la. Foi neste momento que Beau, parceiro de Beatrice há 11 anos, entrou em ação.

Ele percebeu que sua companheira não estava bem e começou a puxá-la pelo pescoço, tentativa que não poderia ter sido mais bem-sucedida. “Foi absolutamente incrível. Nós estávamos preparados para perdê-la, mas o Beau sabia o que fazer”, declarou Lipington, de 60 anos. A partir de então, Beatrice ficou sobre as quatro patas e se recuperou completamente.

Leia também: Pescador tem duas pernas amputadas depois de ser atacado por hipopótamo

O comportamento de Beau pode ser explicado por estudo da Universidade de Sussex, que em 2016, descobriram que cavalos são capazes de distinguir expressões de tristeza e felicidade no rosto de humanos. Suas emoções reagem às nossas faces, e dessa forma, o cavalo "sabia o que fazer" em relação à companheira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.