A salamandra gigante, espécie de mais de 170 milhões de anos, surpreendeu um casal chinês que era 'assombrado' pelo animal há mais de dois anos

Empenhada em desentupir seu encanamento, a mulher descobriu que havia um
Reprodução/Daily Mail
Empenhada em desentupir seu encanamento, a mulher descobriu que havia um "fóssil vivo" bloqueando os canos


Quando perceberam que o fluxo de água de sua casa estava muito lento, a chinesa Wu Shuying, de 51 anos, e seu marido decidiram trocar todo o encanamento por canos mais largos. Até aí, nada de surpreendente nesta história, certo? Entretanto, durante o processo, a família descobriu algo que gerou um grande susto e acabou viralizando na imprensa internacional: nem cabelo nem sujeira, o que havia dentro do encanamento era uma salamandra gigante, conhecida como "fóssil vivo". 

Leia também: Cobra píton 'passa mal' durante resgate e vomita lagarto gigante; assista

De acordo com o portal Daily Mail , a descoberta peculiar aconteceu na tarde do último sábado (18). Morador de Wuhan, na China, o casal ficou muito surpreso quando encontrou a salamandra. Com 80 centímetros de comprimento, 20 centímetros de largura e quase cinco quilos e meio, o animal é o maior anfíbio da terra, e também muito conhecido como “ fóssil vivo ”.

De início, o marido de Shuying não reconheceu o animal e pensou que ela fosse apenas uma carpa, mas a chinesa não concordou porque já vira um anfíbio como aquele anteriormente. “Definitivamente, era uma salamandra gigante. Eu vi uma dessas uma vez em 1987”, declarou ao Wuhan Evening News. 

Além disso, ela também suspeita que o anfíbio "morou" em seus canos por cerca de dois anos. Isso porque faz aproximadamente 48 meses que o casal começou a ouvir um barulho muito estranho de dentro da pia da cozinha, e só conseguiram identificá-lo quando escutaram os sons emitidos pela salamandra, que lembram o choro de um bebê.

Segundo o  Daily Mail , um porta-voz da agência de proteção animal do país explicou que a teoria de Shuying pode estar certa. Existe uma grande probabilidade da salamandra  ter subido no encanamento da casa quando ainda era um filhote e ali ter permanecido até o último sábado.

Depois desta longa estadia, o anfíbio foi liberado em uma represa nas proximidades da residência, na reserva ambiental Jiangxia Wildlife Protection Station. Agora, ela pode viver em um espaço adequado ao seu tamanho.

Leia também: Milhões de caracóis 'invadem' praia e criam paisagem surpreendente; assista

Salamandra gigante

Por mais que a salamandra seja uma das espécies mais velhas do mundo, com mais de 170 milhões de anos, a sua preservação está ameaçada. Hoje existem poucas populações da espécie que conseguem sobreviver na natureza.

Com uma aparência que praticamente não mudou desde o período Jurássico, ela está listada como “criticamente em perigo” na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), além de ser um dos animais protegidos na China.

A ameaça de extinção pode ser explicada, no país asiático, por alguns fatores. O primeiro dele é a destruição de seu habitat natural, que dificulta a adaptação da espécie. O segundo problema, também resultado de uma ação humana, é a caça do animal , que ainda acontece por mais que seja proibida.

Leia também: Biólogo desvenda segredo de criatura misteriosa pulsante encontrada no Peru

Oficiais chineses, inclusive, foram investigados, em meados de 2015, pela denúncia de consumirem carne do "fóssil vivo" em um banquete luxuoso em Shenzhen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.