Ilha de Santa Catalina, nos EUA, está afundando

Por Ansa | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Estimativas sísmicas dizem que ilha afunda 30 centímetros a cada milênio e pode desaparecer em até 3 milhões de anos

A ilha de Santa Catalina, uma das principais atrações turísticas da Califórnia, está lentamente desaparecendo. No entanto, quem ainda não visitou o local não precisa se desesperar.

Veja cidades que podem desaparecer por causa do aquecimento global

O prefeito Michael Bloomberg anunciou um plano ambicioso que beneficia bastante o sul de Manhattan (foto). Foto: Getty ImagesCidade holandesa estuda como "viver melhor" com inundações, com hidrovias e casas flutuáveis. Foto: Getty ImagesDhaka, em Bangladesh, é considerada uma das cidades mais vulneráveis às mudanças climáticas do mundo. Foto: Getty ImagesBarreira do Tâmisa e atitudes conscientes dos londrinos são a proteção de Londres. Foto: Getty ImagesONGs internacionais estão ajudando fazendeiros no Quênia a receber boletins meteorológicos por sms. Foto: Getty ImagesEnchentes de 2011 fizeram com que governo tailandês encomendasse sistemas de gestão de enchentes e água para Bangkok. Foto: Getty ImagesCidades do sul da Flórida como Miami estão colaborando entre si em um plano regional que inclui mais transporte público. Foto: Getty ImagesEstudo do governo cubano mostra que muitas cidades litorâneas como Varadero estão bastante vulneráveis . Foto: Getty ImagesPlano da nação-ilha inclui realocar moradores de locais mais vulneráveis. Foto: Getty ImagesBarreiras contra inundações vão custar mais de quatro bilhões de euros. Foto: Getty Images

Leia todas as notícias de Meio Ambiente

Segundo estimativas sísmicas, a ilha está afundando a um ritmo de 30 centímetros a cada milênio. Se o cenário estiver correto, ela sumirá somente daqui a cerca de 3 milhões de anos.

Apresentado em uma convenção da Sociedade de Sismologia norte-americana na cidade de Pasadena e coordenado por Chris Castillo, da Universidade de Stanford, o estudo ainda revelou que os movimentos das falhas geológicas de Santa Catalina poderão provocar tsunamis de consideráveis proporções em Los Angeles.

A cerca de 30 quilômetros da metrópole, o destino que recebe mais de 1 milhão de turistas por ano teve o seu fundo do mar mapeado, e os dados obtidos nesse processo mostram que o nível da costa variou 130 metros nos últimos 1 milhão de anos.

A ilha está localizada sobre diversas falhas, e um estudo mais amplo sobre os mecanismos que as ativaram no passado pode ajudar os sismólogos a entender por completo a disposição das placas tectônicas na Califórnia.

Leia tudo sobre: euacaliforniailha de santa catalina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas