Entre eles estão lagoa de águas azuis – e tóxicas – na Inglaterra e cratera apelidada de Porta para o Inferno no Turcomenistão

Localizada aos pés de uma pedreira desativada na Inglaterra, a piscina natural Lagoa Azul, como foi apelidada pelos britânicos, tem águas tão deslumbrantes quanto as do filme homônimo lançado em 1980.

Mas ao contrário do cenário paradisíaco de Nanuya Levu, uma ilha de Fiji, onde o longa foi rodado, o pH do lago no condado de Derbyshire é tóxico: 11.3, um pouco abaixo dos 12.3 encontrados da água sanitária, por exemplo.

Além disso, por causa da falsa aparência do local, resultado dos componentes químicos encontrados no mármore, extraído antigamente, a lagoa precisou ser tingida de preto por autoridades para impedir que banhistas se aventurem no piscinão. Veja outros locais que enganam na galeria de fotos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.