Zoo argentino permite 'cafuné' em tigres e leões

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Dono diz que segredo é que bichos são criados como cães domésticos, mas especialistas dizem que prática traz riscos.

BBC

Um zoológico de Buenos Aires está fazendo com que temidos animais selvagens possam interagir com visitantes como se fossem bichos domésticos.

O público que vai ao zoológico Lujan pode acariciar os animais e alimentar leões, tigres e ursos.

Veja também:

Tigre-de-sumatra dá à luz trigêmeos em zoo de Londres; assista

Ambientalistas arrecadam minissuéteres para salvar pinguins

Segundo Jorge Alberto Semino, proprietário do zoo, o sistema para domesticar os animais leva até três anos e consiste em criar os animais em cativeiro ao lado de cães, para que eles possam, supostamente, superar seus instintos selvagens.

Especialistas e representantes de entidades de proteção de animais afirmam que a prática envolve riscos diversos, como a possibilidade de propagação de doenças entre humanos e os animais e a chance de que os animais venham a atacar os visitantes.

Leia tudo sobre: meio ambientebichoszoológico

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas