Microorganismos que não apresentam perigo à saúde humana se estendem por 800 km ao longo da costa

Uma imagem da costa brasileira registrada por satélite no dia 19 deste mês pela Nasa mostra uma mancha escura de microorganismos que se estende por 800 km pelo sul e sudeste. O registro foi divulgado nesta quinta-feira (30).

Imagem da Nasa revela mancha de algas no litoral do Brasil
Nasa
Imagem da Nasa revela mancha de algas no litoral do Brasil


Biólogos identificaram a mancha como uma floração de Myrionecta rubra (anteriormente chamada de  Mesodinium rubrum ), um protista ciliado que se alimenta de algas e não é tóxico para a vida marinha ou seres humanos.

Vista de perto, a mancha tem coloração vermelho-escura, mas parece preta na imagem pela maneira como o oceano absorve e reflete a luz solar. Estas florações costumam flutuar a um ou dois metros de profundidade.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.