União Europeia alerta para riscos da poluição por lenha e carros a diesel

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Autoridades europeias devem propor um endurecimento nos limites de materiais particulados e outros poluentes

Reuters

A poluição atmosférica está perigosamente elevada em muitas partes da Europa, resultando em problemas de saúde, mortes prematuras e enormes prejuízos econômicos associados à redução da produtividade agrícola, disse a Agência Ambiental Europeia nesta terça-feira (15).

Conheça a nova home do Último Segundo

Getty Images
Fumaça sai de carro na rua Putney High em 10 de janeiro de 2013 na Inglaterra

Embora as emissões de alguns poluentes tenham tido uma forte queda no continente nas últimas décadas, outros tipos de materiais têm uma redução menos acelerada, por causa da expansão da frota de veículos a diesel e do crescente uso da lenha no ambiente doméstico, por ser uma alternativa mais barata que o gás.

As autoridades europeias devem propor ainda neste ano um endurecimento nos limites de materiais particulados e outros poluentes na União Europeia.

Relatório: Poluição do ar encurta vida de europeu

Segundo um relatório da Agência Ambiental Europeia, 22 países - incluindo potências econômicas como França, Itália e Polônia - excederam em 2011 o limite diário da UE para as emissões de partículas. Já os limites previstos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que são mais rigorosos, foram excedidos na maioria das estações de monitoramento do continente.

Na última década, a maior rigidez na regulamentação europeia para usinas elétricas e outras atividades poluentes causou uma redução de 50% nas emissões de dióxido de enxofre, que causa chuva ácida, enquanto as emissões de carbono foram reduzidas em um terço.

Leia mais:
Poluição da Ásia afeta Estados Unidos e Canadá
Poluição atmosférica deprime e reduz capacidade de aprender
Trepadeiras nas fachadas podem diminuir poluição nas cidades em até 30%
Campinas já tem poluição como a de São Paulo
Ao migrar, tartarugas marinhas pegam mais poluição

Por outro lado, a quantidade de partículas nocivas e ozônio no ar caiu apenas ligeiramente. Junto com recentes descobertas da OMS mostrando que concentrações mais baixas de poluição atmosférica podem ser mais nocivas do que se pensava, há uma crescente pressão para que a União Europeia seja mais rigorosa no controle da poluição.

"A poluição atmosférica está causando danos à saúde e aos ecossistemas humanos. Grande parte da população não vive em um ambiente saudável, segundo os atuais padrões", disse Hans Bruyninckx, diretor-executivo da Agência Ambiental Europeia, com sede em Copenhague.

A adoção de limites mais rigorosos para o material particulado pode causar problemas para os governos europeus, já que muitos deles têm dificuldades para se adequar aos limites em vigor desde 2010, o que deixa até um terço dos europeus expostos a níveis perigosos de poluição por material particulado.

Leia tudo sobre: união europeiaeuropapoluição do ardiesellenhaqueima

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas