Turista é atacada por tubarão em Pernambuco e tem a perna amputada

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Paulista de 18 anos respira com ajuda de aparelhos e toma remédios para manter o coração funcionando

Agência Estado

A turista paulista Bruna da Silva Gobbi, de 18 anos, foi atacada por um tubarão nesta segunda-feira (22), por volta das 13h20, na Praia de Boa Viagem, no Recife, e teve a perna esquerda amputada na altura da coxa em cirurgia realizada às 15 horas, no Hospital da Restauração, na capital de Pernambuco. Em estado grave, Bruna está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), respira com ajuda de aparelhos e toma remédios para manter o coração funcionando.

Veja também: 
Pesquisadores australianos desenvolvem roupa para repelir tubarões

De acordo com testemunhas, ela tomava banho com água na cintura, quando sofreu uma mordida profunda na coxa. Socorrida por uma viatura da Polícia Militar (PM) e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Bruna foi transferida para o Hospital da Restauração, diante da gravidade do quadro. A turista paulista mora no Jardim da Conquista, em São Paulo.

Leia mais:
Turista 'herói' segura tubarão pela cauda em praia na Austrália
Estado australiano autoriza matar tubarões que ameaçarem banhistas
Mordida de piranha amazônica é pior que de tubarão, diz estudo
Mergulhadores libertam fêmea grávida de tubarão-baleia presa em corda
Navio pesqueiro é detido em Galápagos com 41 carcaças de tubarão


Desde 1992, foram registrados 59 casos de ataque de tubarão no litoral da capital pernambucana e Grande Recife. Deste total, 23 banhistas morreram. Segundo o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), em junho, foi registrada uma morte em Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. O ataque anterior havia acontecido em setembro, em Boa Viagem. As espécies cabeça-chata e tubarão-tigre são as mais comuns na área. Em toda a extensão das Praias de Boa Viagem e Piedade - em Jaboatão dos Guararapes -, há placas alertando para o risco. Nesta área, aconteceram 70% dos ataques nos últimos 21 anos.

Leia tudo sobre: tubarãopernambucoataque de tubarão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas