SP ganha três reservas para conservação de espécies

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Áreas de conservação no Estado serão anunciadas nesta quarta-feira, Dia Mundial do Meio Ambiente

Agência Estado

O Estado de São Paulo vai ganhar nesta quarta-feira, 5, Dia Mundial do Meio Ambiente, mais três unidades de conservação de espécies significativas da fauna e flora nacionais. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) assina decretos de criação de três Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) que vão somar 56,37 hectares às reservas ambientais já protegidas do Estado. As RPPN são áreas de relevância natural e ambiental que os proprietários se comprometem a preservar para a realização de pesquisas científicas, atividades de educação ambiental e, possivelmente, exploração turística.

A RPPN Parque do Zizo, em São Miguel Arcanjo, tem área de 9,1 hectares, mas faz parte de uma área maior, com cerca de 300 hectares, já preservada pela família de Francisco Fogaça Balboni. A unidade fica no alto da Serra de Paranapiacaba e faz divisa com o Parque Estadual de Carlos Botelho, habitat de espécies raras, como mono-carvoeiro, onça-pintada e anta. O parque nasceu da vontade da família de preservar a memória de Luiz Fogaça Balboni, o Zizo, militante morto pela ditadura. A verba com que a União indenizou a família foi usada para a compra e manutenção do parque.

Leia:
Especialistas temem pressões sobre Mata Atlântica
Área de florestas recuperadas cairá 58% com novo Código Florestal
Brasil detém segunda maior área florestal do planeta
Reserva no Paraná se torna santuário para o estudo da Mata Atlântica

Outra unidade, a RPPN Reserva do Jacu, com 3,5 hectares, fica em Atibaia e faz parte da Área de Proteção Ambiental do Sistema Cantareira. A reserva de mata atlântica está inserida no Monumento Natural da Pedra Grande, conhecida formação geológica de granito, num dos pontos mais altos do município.

Já a RPPN Reserva dos Muriquis, com 43,7 hectares, no município de São José dos Campos, faz parte da Área de Proteção Ambiental São Francisco Xavier, na Serra da Mantiqueira. A região, de belas paisagens, é formadora de nascentes e mantém grupos de muriqui ou mono-carvoeiro, primata ameaçado de extinção.

Leia tudo sobre: igspsão pauloreservas ambientais

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas