Petrobras admite que vazamento de óleo atingiu Caraguatatuba, litoral de SP

Por Agência Estado - |

compartilhe

Tamanho do texto

Empresa detectou a presença de pelotas de combustível marítimo nas praias de Capricórnio, Massaguaçu e Cocanha, em Caraguatatuba (SP)

Agência Estado

A Petrobras admitiu em nota distribuída no início da noite deste domingo (7) que no fim da tarde de ontem foi detectada a presença de pelotas de combustível marítimo nas praias de Capricórnio, Massaguaçu e Cocanha, em Caraguatatuba (SP).

Leia também: Vazamento de óleo não atingirá Caragua, diz Cetesb

Equipes foram deslocadas para os locais para recolher o produto, proveniente de vazamento ocorrido na última sexta-feira. Cerca de cem pessoas estão mobilizadas para a operação, de acordo com a companhia. A expectativa é que a limpeza seja concluída ainda esta noite.

Segundo a empresa, a operação de limpeza da praia de Cigarras, em São Sebastião (SP), também atingida pelo vazamento, foi concluída neste domingo. Equipes de contingência permanecem no local para monitorar eventuais resíduos trazidos pela maré. No momento, o foco é a conclusão da limpeza da Ponta do Arpoador, onde dez embarcações estão trabalhando.

"Após sobrevoo realizado pela manhã, foi acordado com a Cetesb a desmobilização dos recursos de contingência na região do píer e nas praias Deserta, Pontal da Cruz, Ponta do Lavapés e Olaria, que já estão limpas e não necessitam mais de monitoramento", informa a empresa.

Controvérsia

Hoje, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) informou que o vazamento de óleo não havia atingido as praias de Caraguatatuba. O acidente foi detectado no final da tarde da sexta-feira passada e ainda há trabalhos de limpeza na região do litoral norte do Estado.

Em São Sebastião, o óleo é encontrado em quatro praias: Cigarras, Arrastão, Praia de Pontal da Cruz e Praia Deserta. Os esforços de limpeza estão concentrados neste momento na Praia das Cigarras, "onde o óleo atingiu os costões rochosos em ambas as extremidades", segundo a Cetesb.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas