Cerca de 150 animais conseguiram escapar de redemoinho em águas rasas depois de seguir pedido de socorro de filhote capturado por autoridades ambientais

BBC

Mergulhador vestido de Papai Noel nada com golfinhos em parque aquático de Yokohama, sul de Tóquio (dez/ 2012)
Reuters
Mergulhador vestido de Papai Noel nada com golfinhos em parque aquático de Yokohama, sul de Tóquio (dez/ 2012)

O chamado feito por um filhote de golfinho evitou que demais membros de sua espécie encalhassem na Austrália. Autoridades ambientais do oeste do país capturaram e levaram o pequeno animal para águas mais profundas, onde seu pedido de socorro chamou a atenção dos outros, fazendo com que o seguissem. Um golfinho, entretanto, morreu no incidente.

Um avião de reconhecimento que sobrevoou o local informou que cerca de 150 golfinhos nadaram em segurança para o mar aberto. Os golfinhos estavam presos em um redemoinho nas águas rasas no vilarejo de Whalers Cove, perto de Albany, na costa sul do estado.

"O filhote enviou sinais de socorro e isso chamou a atenção dos demais", disse à agência de notícias AFP o biólogo Deon Utber. "Assim que foram para as águas mais profundas, o grupo de golfinhos continuou nadando e, na última vez que os vimos, estavam no mar aberto", acrescentou Utber.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.