OSX é multada em R$ 1,3 milhão por dano ambiental no Porto do Açu

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Instituto Estadual do Ambiente (Inea) multou empresa de Eike Batista após ser identificado aumento da salinidade da água em canal do porto

Agência Estado

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão de licenciamento ambiental do Rio de Janeiro, multou em R$ 1,3 milhão a OSX, empresa de construção naval e offshore do grupo EBX, do empresário Eike Batista, após identificar salinização da água em um canal no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). A empresa constrói um estaleiro no local.

Entenda: Governo do Rio diz que punirá EBX por dano ambiental no Porto do Açu

Segundo o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, houve os agravantes de a companhia não ter comunicado o órgão ambiental e ter realizado obras de reparação sem autorização. "Viram que houve aumento (da salinidade) e não comunicaram a ninguém, o que é completamente errado, deplorável", disse Minc.

Leia também: Ministério Público investiga invasão de coral em Angra dos Reis-RJ

Além da multa, a OSX terá de fazer a dragagem em três pontos do canal, cujo custo deve chegar a R$ 1 milhão. A companhia terá ainda de adotar um parque estadual no local, a um custo de implantação estimado em R$ 2 milhões, mais R$ 350 mil anuais para manutenção.

O órgão também determinou que a companhia deverá ressarcir os agricultores afetados pelo problema.

Leia tudo sobre: eike batistaosxporto do açurio de janeirodano ambiental

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas