Filhotes de urutu-cruzeiro nascem em zoo de Sorocaba

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Nascimento foi comemorado pelos biólogos porque abre perspectivas para a reprodução em cativeiro da espécie, que está na lista oficial dos animais ameaçados de extinção

Agência Estado

Agência Estado

Dez filhotes da serpente urutu-cruzeiro (Bothrops alternatus) nasceram na semana passada e desde esta quinta-feira podem ser vistos pelos visitantes no zoológico municipal de Sorocaba (SP).

Leia também: Zoológico de Sorocaba consegue 1º filhote de muriqui

Bruno Cecim/Futura Press
Filhotes de urutu-cruzeiro são expostos no serpentário do Parque Zoológico Municipal "Quinzinho de Barros", em Sorocaba

O nascimento foi comemorado pelos biólogos porque abre perspectivas para a reprodução em cativeiro da espécie, que está na lista oficial dos animais ameaçados de extinção do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

De acordo com o médico-veterinário do zoo, Rodrigo Teixeira, o nascimento das cobrinhas é tão importante, do ponto de vista ambiental, quanto foi o do mono-carvoeiro e da arara-azul, espécies também ameaçadas reproduzidas na unidade. Ele explicou que o urutu-cruzeiro está no topo da cadeia alimentar predadora de espécies nocivas ao homem, como os ratos.

Os filhotes nasceram com 15 centímetros de comprimento e apenas 10 gramas de peso. A cobra, que é venenosa, tem esse nome por apresentar, quando adulta, um desenho no formato de cruz no dorso da cabeça.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas