Gaúchos clicaram 38 mil imagens, das quais 160 foram escolhidas para compor livro sobre as paisagens litorâneas brasileiras

BBC


Os fotógrafos gaúchos Ita Kirsch e Bala Blauth percorreram mais de 7 mil quilômetros do litoral do Brasil registrando a diversidade das praias do país.

Durante oito meses, os dois percorreram as praias do Brasil a bordo de um jipe, carregando mochilas e equipamentos fotográficos.

"Enfrentamos calor, areia, maresia, o peso das mochilas. Para compensar, recebemos de presente cenários de tirar o fôlego, sol na maior parte do tempo, peixes do mais variados sabores, muita caipirinha e água de coco", afirmou Bala Blauth.

O resultado foram 38 mil fotos de todas as regiões que fazem parte do litoral brasileiro, que tiveram que ser editadas até chegarem a 160 imagens para as 224 páginas do livro Costa do Brasil.

Leia também:
Ensaio traz beleza refletida em 'espelho natural'
Fotógrafo mostra beleza de região com 160 vulcões no extremo da Rússia
Calendário seleciona melhores 'fotógrafos do clima' da Austrália
Fenômenos naturais criam 'pinturas e esculturas' exóticas

"Acabamos escolhendo aquelas que têm um significado especial, que dizem o que jamais conseguiríamos transmitir em palavras", afirmam os fotógrafos.

As imagens mostram visões amplas, algumas detalhadas, do litoral brasileiro, contrastando natureza e presença humana.

Os textos de apresentação do livro são do jornalista e escritor Eduardo Bueno, que fala sobre as ocupações ligadas ao litoral e o fascínio que a costa provoca na sociedade brasileira, e do agrônomo e ecologista Arno Kayser, que explica a diversidade física e biológica da costa.

"Não é de se estranhar que toda a história do Brasil esteja inteiramente ligada às suas praias. Não só porque foi nelas que os portugueses desembarcaram em abril de 1500, mas porque, 15 mil anos antes, elas já estavam sendo disputadas e ocupadas pelos chamados 'homens dos sambaquis'", escreveu Bueno no livro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.