Tráfico de animais rende US$ 19 bilhões por ano, diz WWF

Além de ameaçar população de espécies como elefantes e tigres, atividade ilegal financia conflitos civis no continente africano

BBC |

BBC

Um novo relatório do Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês) diz que o os lucros do tráfico de animais chega a US$ 19 bilhões por ano e que a atividade está ameaçando a estabilidade de alguns governos.

O relatório do WWF destaca uma "nova onda" de crime organizado ligado ao tráfico de animais entre fronteiras de países vizinhos.

Segundo a entidade, milícias rebeldes na África se aproveitam da demanda por elefantes, tigres e rinocerontes para obter fundos que acabam financiado conflitos civis.

Leia mais:
'Temporada de caça' ilegal a aves expõe tráfico de animais no Brasil
PF apreende cerca de 400 tartarugas vivas em Roraima
Campanha de conservação aumenta população de gorilas na África
Rinoceronte negro ocidental é declarado extinto
Leões africanos estão na mira dos traficantes de animais
WWF destaca três países no comércio ilegal de partes de animais

John Scanlon, secretário-geral do Cites, organização que regulamenta o comércio de espécies ameaçadas, diz que esses grupos invadem as fronteiras de outros países para matar elefantes e vender o marfim para comprar armas.

O relatório do WWF também sugere que o tráfico de animais e plantas é a quarta maior atividade comercial ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas, falsificação de produtos e moedas e tráfico de pessoas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG