Meteorologia descarta El Niño no começo de 2013

Centro de Prevenção Climática dos EUA afirma que fenômeno meteorológico não acontecerá antes de meado do primeiro semestre do próximo ano

Reuters |

Reuters

O Centro de Prevenção Climática (CPC) do governo norte-americano disse na quinta-feira que o temido fenômeno El Niño dificilmente aparecerá antes da primavera boreal (primeiro semestre de 2013), reduzindo as chances de uma seca na Ásia e de inundações na América do Sul.

No mês passado, o CPC havia estimado que o El Niño poderia começar logo depois do inverno boreal de 2012/13.

Leia:  Pesquisadores afirmam que fenômenos climáticos extremos estão conectados

"É considerado improvável que um El Niño completo se desenvolva durante os próximos meses", disse o CPC em seu relatório mensal, afirmando que a previsão se aplica para o inverno e primavera do Hemisfério Norte.

O El Niño, causado pelo aquecimento anormal das águas do Pacífico equatorial, causa perturbações no clima do mundo todo. A probabilidade de o fenômeno se formar diminuiu nos últimos meses e levou o CPC a cancelar em novembro seu estado de observação para o El Niño, que vigorava fazia cinco meses.

    Leia tudo sobre: el niñometeorologiaclima

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG