UE está comprometida com programa ambicioso de desenvolvimento sustentável

Para Durão Barroso, para haver progresso no desenvolvimento sustentável é preciso haver instrumentos financeiros corretos

Agência Brasil |

Agência Brasil

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, disse nesta quarta (20), na Rio+20, que “o planeta e os países mais pobres não podem esperar mais”. Segundo ele, todos os países têm responsabilidades na busca pelo desenvolvimento sustentável e que a União Europeia está comprometida com um programa ambicioso.

Veja o especial sobre a Rio+20

“O desenvolvimento sustentável é um programa de ação para que os sonhos dos nossos filhos sejam possíveis e que eles sejam felizes. Precisamos fechar as brechas entre as ambições e as necessidades futuras”, ressaltou.

Leia também:  Hollande propõe imposto para bancar desenvolvimento sustentável
Também queria que documento fosse mais ambicioso, diz Ban Ki-Moon

Segundo Barroso, o documento final da conferência trouxe avanços como a criação do Fórum Político de Alto Nível e o fortalecimento do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). Mas, segundo ele, para haver progresso no desenvolvimento sustentável é preciso haver instrumentos financeiros corretos.

O presidente da União Europeia disse que a Assistência Oficial de Desenvolvimento (ODA) será importante para esse avanço e que a União Europeia permanecerá o maior e principal doador de recursos. Segundo ele, de 2012 a 2015, os europeus devem investir 8 bilhões de euros nos três pilares do desenvolvimento sustentável (econômico, social e ambiental) e 400 milhões de euros na eficiência energética.

    Leia tudo sobre: rio20rio+20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG