Pnuma lança projeto para aumentar volume de compras públicas sustentáveis

Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas vai produzir material para capacitar gestores a fazer compras ambientalmente mais corretas

Agência Brasil |

Agência Brasil

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) lançou hoje (20), no Rio de Janeiro, uma iniciativa internacional para estimular os países a aumentar e diversificar o volume de compras públicas sustentáveis. Entre as ações previstas está a disponibilização de material produzido pelo Pnuma para capacitar gestores locais. Será criada uma rede de troca de experiências, incluindo práticas bem sucedidas, erros e dificuldades encontradas pelas nações no processo.

Acompanhe todas as notícias da Rio+20

De acordo com a diretora de Produção e Consumo Sustentável do Ministério do Meio Ambiente, Ana Maria Vieira Neto, trata-se de uma ferramenta capaz de promover transformações concretas nos mercados e apoiar setores estratégicos da economia, como as micro e pequenas empresas, responsáveis por 60% dos postos de emprego brasileiros.

“No Brasil, o poder de compra do Estado representa cerca de 16% do orçamento e é uma ferramenta muito poderosa para incrementar um mercado que a gente quer que tenha características sustentáveis. Essa parceria vai servir para internalizar toda a experiência internacional, com diversas iniciativas”, disse durante entrevista coletiva no Riocentro, onde ocorre a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio+20 .

O governo brasileiro conta com uma lista de mais de 550 produtos e serviços sustentáveis. E, entre 2010 e 2011, o número de contratos de compra com critérios de sustentabilidade aumentou 94%.

Dados do Pnuma apontam que mais de 30 países e organizações aderiram à iniciativa para transformar setores econômicos e reforçar o uso de produtos mais sustentáveis.

    Leia tudo sobre: rio20rio+20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG