Chile: “Proteção ambiental não compromete desenvolvimento”

Presidente Sebastián Piñera disse o mundo deve abraçar o desenvolvimento sustentável

Anderson Dezan , iG Rio de Janeiro |

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, defendeu na tarde desta quarta-feira (20), durante seu discurso na Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável ( Rio+20 ), um crescimento econômico que se preocupe com o meio ambiente. Para ele, o mundo deve assumir compromissos para um desenvolvimento sustentável, mas não em palavras e, sim, em ações.

Veja a cobertura completa da Rio+20

“Não podemos seguir fazendo as coisas como estamos fazendo. Não podemos seguir perdendo biodiversidade, ecossistemas e poluindo o ar, a água e a terra. Só podemos enfrentar esses problemas com eficácia e atitudes conjuntas”, disse Piñera, neste primeiro dia de plenária no segmento de alto nível. “Não é possível proteger o meio ambiente sem uma nova atitude. E a proteção ao meio ambiente não compromete o desenvolvimento econômico”, completou.

Veja o que outros chefes de Estado falaram:
Dilma cobra ação e dinheiro dos países desenvolvidos
Primeiro ministro da China: “Precisamos priorizar a erradicação da pobreza”
Ahmadinejad critica países desenvolvidos

Durante o seu discurso, o presidente do Chile citou ainda alguns avanços em seu governo, entre eles, o aumento na geração de empregos, o crescimento econômico de aproximadamente 6% ao ano e alguns projetos ambientais desenvolvidos, como a ratificação de um acordo para regularizar a pesca na costa do país banhado pelo Oceano Pacífico. “Antes de terminar essa década, queremo um Chile desenvolvido e sem pobreza”, declarou.

    Leia tudo sobre: rio20rio+20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG