União Europeia adverte do risco de fracasso na Rio+20

Responsável do bloco lamentou a falta de progressos nas negociações realizadas em Nova York e pediu mais esforços no Rio

EFE |

A União Europeia (UE) advertiu neste domingo do risco de a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20 não alcançar avanços significativos e apelou para a comunidade internacional para se comprometer com o cumprimento dos objetivos concretos se não quiser que a reunião fracasse.

Leia também: Dos 192 membros da ONU, 110 chefes de Estado confirmaram presença na Rio+20

"Não haverá nenhum valor agregado na Cúpula se atolamos em procedimentos ou ficamos em boas intenções. Todos temos que despertar perante a realidade da situação do mundo e dar passos concretos para enfrentá-la", assinalou em comunicado o comissário europeu do Meio Ambiente, Janez Potocnik.

O responsável do bloco lamentou a falta de progressos nas negociações realizadas em Nova York e pediu "mais esforços" para as do Rio. "Pedimos um claro compromisso de todas as partes e notavelmente ao país anfitrião, que terá um papel particular para assegurar que a conferência seja um sucesso", assinalou Potocnik.

Veja a cobertura completa sobre a conferência Rio+20 , que acontece em junho

O comissário defendeu que "o desenvolvimento sustentável e uma economia verde têm um enorme potencial para transformar os desafios ambientais em oportunidades econômicas e para reduzir as desigualdades sociais". "Mas para passar de potencial a realidade precisamos de uma direção e metas claras", destacou.

"Não só as gerações futuras sofrerão com nossa incapacidade de acertar as ações necessárias para enfrentar o problema dos recursos limitados, do desenvolvimento insustentável e da pobreza em massa", lembrou. Bruxelas fixou a transição rumo a uma economia ecológica e a erradicação da pobreza como seus dois objetivos principais para a Rio+20.

    Leia tudo sobre: rio20rio+20ueunião europeia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG