Cúpula inédita entre mulheres chefes de Estado será realizada na Rio+20

Debate será coordenado pela ex-presidenta chilena Michelle Bachelet, diretora-executiva de ONU-Mulheres

EFE |

O escritório brasileiro da ONU-Mulheres anunciou nesta quinta-feira que em 21 de junho será realizada no Rio de Janeiro a primeira Cúpula feminina de Chefes de Estado pelo Futuro das Mulheres, dentro da Conferência sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20 .

Segundo a ONU-Mulheres, agência das Organizações Unidas em defesa aos direitos do gênero, essa será a primeira vez na história que primeiras-ministras e mulheres que são chefes de Estado e presidentas "se reúnem para fazer um apelo em favor de ações concretas para a integração plena das mulheres ao desenvolvimento sustentável".

Veja a cobertura completa sobre a conferência Rio+20 , que acontece em junho

A organização informou por meio de uma nota oficial que até agora confirmaram sua presença a brasileira Dilma Rousseff, anfitriã da Rio+20, e as presidentas da Argentina, Cristina Kirchner, e da Costa Rica, Laura Chinchilla.

Além disso, estarão presentes as primeiras-ministras de Trinidad e Tobago, Kamla Persad-Bissessar, e Dinamarca, Helle Thorning-Schmidt, assim como as presidentas da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, e da Lituânia, Dalia Grybauskaité.

O debate será coordenado pela ex-presidenta chilena Michelle Bachelet, diretora-executiva de ONU-Mulheres, que participará de diversas atividades sobre gênero realizadas na conferência Rio+20.

Entre elas, a principal será um Fórum de Mulheres Líderes pela Igualdade de Gênero, o Poder da Mulher e o Desenvolvimento Sustentável, que será realizada de 19 a 21 de junho, dando lugar à Cúpula de Chefas de Estado e de Governo.

    Leia tudo sobre: rio20rio+20mulheres

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG