Reativação econômica dos EUA eleva emissões para efeito estufa

Relatório da ONU aponta que emissões cresceram 3,2% em 2010, após dois anos consecutivos de redução

AFP |

Getty Images
Usinas e refinarias respondem por quase 40% das emissões de gases de efeito estufa nos Estados Unidos
As emissões de gases responsáveis pelo aquecimento global aumentaram em 2010 nos Estados Unidos com a recuperação experimentada pela maior economia do mundo, revela nesta segunda-feira a Organização das Nações Unidas (ONU).

Em seu relatório anual, a Agência Americana de Defesa Ambiental (EPA) informou que as emissões de gases do efeito estufa cresceram 3,2% em 2010 sobre 2009, após dois anos consecutivos de redução.

Este aumento ocorreu, "principalmente, com a recuperação econômica que aumentou o consumo de energia em todos os setores", destacou a agencia, acrescentando que 2010 foi um ano particularmente quente nos Estados Unidos, com elevado uso de ar-condicionado.

Em 2010, os Estados Unidos, segundo maior emissor de gases de efeito estufa, depois da China, gerou 6,820 bilhões de toneladas métricas, contra 6,610 bilhões em 2009. O ano de 2007 teve a emissão recorde de 7,250 bilhões de toneladas métricas.

Entenda:
Como acontece o aquecimento global
Veja quem são os maiores emissores de dióxido de carbono

Em geral, usinas e refinarias respondem por quase 40% das emissões de gases de efeito estufa nos Estados Unidos.

Leia mais: Recessão provoca queda recorde em emissões de CO2

    Leia tudo sobre: emissõesefeito estufa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG