Médico australiano gera controvérsia ao propor compra de órgãos no país

SIDNEY, Austrália - Um especialista em transplante de rins gerou controvérsia ao sugerir nesta segunda-feira que o governo australiano pague até US$47,000 pela doação de rins como forma de resolver a falta do órgão nos país.

AP |

Gavin Carney disse que eliminar a lei que proíbe a venda de órgãos salvaria milhares de vidas e bilhões de dólares em cuidados com pacientes a espera do transplante. Ele também afirmou que isso impediria as pessoas de irem à países do terceiro mundo onde podem pagar por órgãos no mercado negro e passar por cirurgias arriscadas.

A Austrália tem um dos menores índices de doação de órgãos do mundo, cerca de 10 doadores para cada 1 milhão de pessoas, de acordo com a Transplant Australia, uma organização de apoio aos doadores.

"Tentamos de tudo para aumentar as doações e os números não melhoraram nos últimos dez anos", disse Carney. "As pessoas não parecem dispostas a doar seus órgãos de graça. Devemos pagar o suficiente para um novo carro ou a entrada em uma casa para diminuir a lista de espera por órgãos".

Carney, professor da Universidade Nacional da Austrália, não foi localizado para comentar o assunto.

Sua proposta foi imediatamente criticada por grupos de transplante, que temem que essa seja uma forma de explorar os pobres.

A idéia também foi refutada pela Ministra da Saúde Nicola Roxon, que disse que os australianos não poderão mercantilizar seus órgãos. "Mas nós sabemos que há necessidade de ação em relação ao problema", disse Roxon.

Ao invés de pagar as pessoas por seus órgãos, Roxon disse que seu ministério irá agir de acordo com as recomendações de uma força tarefa federal que recentemente completou uma pesquisa sobre o sistema de doação de órgãos. Ela não deu mais detalhes sobre o assunto.

Vender ou comprar órgãos na Austrália é punível com seis meses de prisão e uma multa de US$4,130.

Mais de 1,800 pessoas esperam por transplantes de rim no país, mas apenas 343 foram doados no ano passado. A Transplant Australia disse que a média de espera por um rim é de quatro anos.

    Leia tudo sobre: austrália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG