Líder tido como doente visita fábricas na Coréia do Norte

LONDRES (Reuters) - O líder norte-coreano Kim Jong-il, que segundo a imprensa internacional estaria com a saúde debilitada, fez visitas a fábricas no isolado país comunista, de acordo com a agência de notícias estatal KCNA. A reportagem da KCNA, monitorada em Londres na segunda-feira, não disse exatamente quando as visitas aconteceram.

Reuters |

Kim fez elogios e deu conselhos a funcionários de uma firma de engenharia e de uma fábrica de cosméticos, afirmou a KCNA.

"Dizendo que todos os cosméticos, incluindo sabonetes, pasta de dentes, cremes e loções produzidas na fábrica são de alta qualidade desde a composição até a embalagem, ele afirmou que isso é o resultado da perseverança e dos esforços dos trabalhadores com o espírito dedicado a serviço do povo", disse a KCNA sem dar pistas sobre sua condição de saúde.

Autoridades dos EUA e da Coréia do Sul disseram que Kim sofreu um derrame em agosto, levantando dúvidas sobre quem estaria tomando as decisões sobre o programa de armas nucleares do país.

(Reportagem de Angus MacSwan)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG